As músicas que a NASA enviou ao espaço para emocionar os ETS






Hoje o assunto é  intergaláctico e musical. A música é tão importante para a obtenção do sucesso de um primeiro contato que a Nasa, na tentativa de se comunicar com extraterrestres, lançou 27 canções em suas espaçonaves, tocando-as ininterruptamente... Venha saber quais são as músicas escolhidas para conquistar o coração dos  seres de outras galáxias.  :)

Em 1977, a Nasa lançou duas espaçonaves chamadas de Voyager no espaço com dois discos de ouro tocando sons e canções ininterruptamente. As músicas escolhidas, segundo a NASA, caracterizam a diversidade cultural, natural e industrial do planeta Terra — São músicas que vão do rock de Chuck Berry à clássica de Vincent Bach, além de  sons de máquinas industriais a erupções vulcânicas.

O projeto Golden Record foi liderado pelo astrofísico estadunidense Carl Sagan e significou uma tentativa otimista de se comunicar com vida extraterrestre — ou com qualquer um que tivesse contato com os discos. As duas espaçonaves jamais voltarão à Terra e, por isso, são chamadas de “Grand Tour” — um intercâmbio eterno.

Poster do Site da Nasa sobre a seleção de músicas que enviou ao espaço


Quase 40 anos depois, as gravações chamadas de “To the makers of music – all worlds, all times” (“Para os produtores de música – todas as palavras, todas as eras”) seguem sua busca por contato interestelar. Há dois anos, a BBC Radio compilou alguns dos sons em uma playlist digital de uma hora de duração.

O disco To the makers of music, segundo um trecho do texto da BBC que apresenta os sons é a: 

Chance de imaginar você mesmo como um alienígena em uma distante galáxia que encontra uma espaçonave em seu jardim. De alguma forma, você se torna hábil a seguir as instruções que estão ao lado do disco e, com sorte, seu senso auditivo e sua atmosfera planetária vão permitir que ouça o que está nele.

A Nasa mantém informações ao vivo sobre o deslocamento das suas espaçonaves em seu site: a Voyager 1 está a 21 bilhões de quilômetros da Terra, enquanto a Voyager 2 está mais próxima: 15 bilhões de quilômetros. Isso significa que, se uma luz for acesa na Terra para iluminar as duas naves, a primeira só seria atingida 19 horas depois, enquanto a segunda demoraria 16 horas para ser iluminada. Segundo a agência estadunidense, as duas são as espaçonaves mais velozes e distantes que a Terra já colocou no espaço.

Se quiser ver onde as espaçonaves estão agora CLIQUE AQUI!

Como seria um primeiro contato dos humanos com seres de outras galáxias?
Será que eles apreciariam nossas músicas? 

No ano retrasado, no aniversário de 40 anos do lançamento das duas Voyager, a Nasa afirmou que a Voyager 1 foi a única espaçonave a entrar no espaço interestelar na história, e que a Voyager 2 foi a única a conseguir voar nas órbitas dos quatro planetas “gigantes”: Júpiter, Saturno, Urano e Netuno. Há também um vídeo no canal da agência no YouTube com algumas fotografias e sons que as duas expedições já mandaram para a Terra desde então.

As canções são iniciadas com uma introdução do ex-secretário-geral das Nações Unidas, Kurt Waldheim, feita naquele mesmo ano e ele diz:

Como secretário-geral das Nações Unidas, uma organização de 147 Estados membros que representam quase toda a vida humana no planeta Terra, eu envio saudações em nome do povo do nosso planeta.

E continua: 

Nós saímos do nosso sistema solar rumo ao universo procurando somente paz e amizade — para ensinar se formos chamados para tal, para aprender se nós formos afortunados. Nós sabemos bem que nosso planeta e todos os nossos habitantes são uma pequena parte desse imenso universo que nos rodeia, e é com nossa humildade e esperança que nós damos esse passo.

Os discos também levam saudações humanas em 55 línguas diferentes, com uma série de mistura de músicas e gravações de campo abrangendo todos os cantos do mundo, incluindo o pioneiro do blues, “Blind” Willie Johnson, o compositor russo Igor Stravinsky, sons aborígenes australianos e de aviões.

Disco de Ouro que está na espaçonave com os sons do Planeta Terra


Além dos áudios, as Voyagers levam 118 fotografias e, de acordo com a Nasa, as “ondas cerebrais de uma jovem mulher apaixonada”. 

O projeto “Golden Record” quis incluir a música “Here Comes the Sun”, dos Beatles, e foi até autorizada pela própria banda, mas teve o acesso ao material negado pela gravadora dona dos direitos da canção.

Na página “Music From Earth” da Voyager no site da Nasa, há a lista das 27 músicas que foram enviadas nos discos. Tenho uma seleção de algumas que estão disponíveis no YouTube em suas versões enviadas ao universo. Basta clicar em cada uma para ouví-las (e sentir como se tivesse ouvindo em outro planeta) Ao final das canções, você ficará com a versão que eu enviaria ao espaço para manter  um primeiro contato bem harmonioso. 

Clique no link para acessar a  Playlist na SPOTIFY: 


Clássicas


– Vincent Bach, “Brandenburg Concerto No. 2 em F, primeiro movimento”. Orquestra Bach de Munique, Alemanha. Maestro Karl Richter.

– Vincent Bach, “O bem-temperado cravo, livro 2, prelúdio e fuga em C, no.1”. Pianista Glenn Gould.

– Wolfgang Amadeus Mozart, “A Flauta Mágica, ária Rainha da Noite, no. 14”. Soprano Edda Moser. Ópera do Estado da Bavária, Alemanha. Maestro Wolfgang Sawallisch.

– Ludwig van Beethoven, “Quinta Sinfonia, primeiro movimento”. The Philharmonia Orchestra. Maestro Otto Klemperer.

– Ludwig van Beethoven Beethoven, “Quarteto de cordas no. 13 em B, opus 130, cavatina”. Quarteto de cordas de Budapeste, Hungria.

– Igor Stravinsky, “Rito da primavera, dança sacrificial”. Columbia Symphony Orchestra. Maestro Igor Stravinsky.

África

– Charles Duvelle, “Percussão de Senegal”

– Colin Turnbull, “Som de iniciação das mulheres pigmeus do Zaire”

Ásia


– Kuan P’ing-hu, “Flowing Streams” (China)

– Goro Yamaguchi, “Tsuru No Sugomori” (Japão)

– Surshri Kesar Bai Kerkar, “Jaat Kahan Ho” (Índia)

– Rádio Moscou (gravação), “Bagpipes” (Azerbaijão)

– Robert Brown, “Kinds of Flowers” (Ilha de Java, Indonésia)

América Latina


– John Cohen, “Som de casamento” (Peru)

– Lorenzo Barcelata, “El Cascabel” (México)

Europa


– Valya Balkanska, “Izlel je Delyo Hagdutin” (Bulgária)

– Rádio Moscou (gravação), “Tchakrulo” (Geórgia)

Oceania


– Sandra LeBrun, “Morning Star” e “Devil Bird” (canções aborígenes)

– Robert MacLennan, “Men’ House Song” (Nova Guiné)


Estados Unidos


– “Blind” Willie Johnson, “Dark Was the Night”

– Chuck Berry, “Johnny B. Goode”

– Louis Armstrong, “Melancholy Blues”

– Willard Rhodes, “Night Chant” (Índios Navajo)

E como eu disse anteriormente, enviaria,  para manter o primeiro contato, uma canção bem suave,  mas que acarreta um turbilhão de emoções perturbadoras...

Uma forte emoção você sentirá ao ouvir "Brivido" interpretada em italiano pela cantora brasileira Mersia que chegou à Itália na primeira metade dos anos setenta. 

Mersia em seu disco Forse - Música Brivido


  Mersia estreou em 1968 com um álbum cantado em português e lançado apenas no Brasil. Gravou dois álbuns e 7 singles em italiano e pelo menos 2 singles para o mercado francês. Ela gravou a canção Brivido em 1976 para seu disco "Forse" e continua sendo uma de suas canções mais enigmáticas. 

Eu enviaria a canção da Mersia e você? Qual música da seleção da Nasa  você mais gostou e qual, na sua opinião, seria a ideal para conquistar o coração dos seres de outras galáxias?  Até mais!



Fontes de Inspiração:
Imagens  e Gifs do Google Imagens e Tumblr

Seu comentário é muito bem-vindo! Obrigada!

10 comentários:

  1. Olá Adriana, eu realmente não sabia disso!
    Que interesssante saber que a música viaja no espaço,
    se existe extra terrestre eles precisam se encontar com ago belo
    que inventamos né? hehehe
    Muito bom ssaber disso querida.
    Tenha uma semana maravilhosa, abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Larissa, eu também fiquei super curiosa com essa história!!
      Como agora estou mais envolvida com o mundo da música, descobrir que até os cientistas da NASA enviaram em suas naves discos de ouro com canções dos 4 cantos da Terra, me surpreendeu!!
      Tem tanta coisa ainda para conhecermos não é verdade?
      Com certeza, se existe algum extraterrestre, eles precisam, em um primeiro encontro, encontrar algo belo e a nossa música é linda!! (Tirando alguns gêneros, é claro) rsrs Mas ainda bem que o repertório enviado é muito sereno e clássico!! rsrs Eu conferi cada canção dos discos!

      Beijos e um final de semana muito lindo!!
      Se cuida muito! :))))

      Excluir
  2. Oi, Adriana. Eu simplesmente amei isso1 Eu também não sabia disso. E isso é maravilhosa. Que ideia tiveram naquela época. E como a música é esse canal de interligação e de ligação que podemos fazer com o outro e com o diferente. Acho que buscar essa ligação é o que me faz fazer música e compor. Obrigada por compartilhar essas informações que me surpreenderam tanto!

    ótima semana!

    beijos!!

    https://ludantasmusica.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lu, querida, bom dia!!
      Ahhh já imaginou poder enviar uma de suas lindas composições em uma vigem eterna pelo universo? Ahhh isso é mesmo maravilhoso!!
      Sim, a música é um dos maiores canais de ligação e aproximação de pessoas, imagine então povos e seres de outras galáxias? Seria mesmo incrível!!

      Tenha um maravilhoso final de semana querida e obrigada pela presença e carinho!! Muitos beijos! :))))

      Excluir
  3. que legal Adriana !
    fui lá no spotify conhecer um pouco destas músicas.
    achei muito interessante o canto dos pigmeus.
    mas eu tenho muita felicidade sempre em ouvir o concerto de brandenburg.
    acho que é meu preferido sempre.
    bom fim de semana.
    felicidades.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eliane, não é incrível essa possibilidade de encontro com seres de outras galáxias com música? Fiquei bem motivada com essa ideia, pois a música é a melhor maneira de comunicação, sem que sejam necessários palavras!!
      Ahh eu também estou ouvindo essa playlist no Spotify, é muito boa!!
      A maioria das canções é bem relaxante, agora estou ouvindo "si Tu Vois Ma Mére, apenas o som do saxofone, e como é bela!!

      Agradeço o carinho amiga!!
      Tenha um lindo final de semana!
      Beijos!! ;))))

      Excluir
  4. Olá! Passando pra deixar um bj no coração! Saudades! Fique com Deus!
    By: Adrianogaúchopoa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Poeta Carlos Adriano!! Nossa, quanto tempo!!
      Que surpresa única você aqui no blog depois de tantos e tantos anos!!
      Fico muito feliz por estar aqui e ter se lembrado de mim!!
      Um grande abraço!!

      Excluir
  5. esta genial, es muy interesante ver que musica se ha enviado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, tudo bem?
      Fico muito lisonjeada com sua presença aqui no blog acompanhando as novidades da música até em outras galáxias!
      Agradeço e desejo uma linda e especial semana! :)))

      Excluir

Fique à vontade para expressar seus sentimentos e sugestões.
Você é sempre muito bem-vindo(a)! Obrigada e Abraços!

Tecnologia do Blogger.