Aliando trilha ecológica com exercícios físicos!

Ei, você... Por acaso é adepto da prática de montanhismo ou caminhadas por trilhas ecológicas, seja em uma pequena montanha, mata ou bosque? Se conhece, já compreende as maravilhas de praticar exercícios tão motivadores onde a natureza reina e nos fornece uma série de detalhes muito interessantes para conhecer. Eu subi na Pedra do Cruzeiro e veja que imagem espetacular captei em um local mágico e incrível:
Visão do alto da Pedra do Cruzeiro- Marilândia-ES
Para os que gostam do turismo ecológico, uma boa pedida é optar pelas trilhas que são encontradas em diversas partes do Brasil. Veja aqui algumas sugestões.  Mas o que mais importa  é que caminhando por entre as trilhas ou escalando montanhas, você  irá se deparar com  uma flora riquíssima, fauna e em alguns casos, no sertão nordestino,  até com misteriosas inscrições rupestres, ideal para os que gostam de turismo histórico. 
Paz, clima agradável, vegetação diferenciada. Com estes atributos, as serras são ótimas opções de repouso. Talvez perto da sua casa exista uma e nem precise pegar a estrada. Posso afirmar que os  belíssimos atrativos naturais valem a pena, em qualquer circunstância!!! Vamos a alguns exemplos?


1- TRILHA ECOLÓGICA NA MATA:

Recanto da Mata Atlântica
Sem contar a maravilha que é sentir o fresquinho da Mata e dos rios contidos nela, ouvir o canto dos pássaros,observar a diversidade natural! Mas cuidado, antes de sair provavelmente o guia te deixará inteirado dos problemas que poderão surgir no meio do caminho, entre eles  a quantidade de mosquitos que irá encontrar.



Portanto, utilize um ótimo repelente e roupas adequadas que sejam leves e protejam das prováveis picadas e dos galhos que porventura poderão te arranhar. 


Um calçado confortável também é uma ótima opção para evitar o cansaço. Levar uma mochila com protetor solar, água, repelente, alimentos leves, alguns medicamentos e curativos básicos   é muito importante. Faz-se necessário estar muito bem preparado para qualquer eventualidade.




2- CAMINHADAS EM ESTRADAS DE CHÃO DE  TERRA BATIDA:

Você já caminhou em uma estrada de chão, rodeado por uma matinha ou qualquer outra paisagem deslumbrante à sua volta? Não tem nada melhor!! É uma ótima sensação de aventura!!! Pelo caminho você vai sendo convidado automaticamente a se inserir na paisagem e aproveitar o que de melhor a natureza possa lhe oferecer! 


Pelo caminho poderá visitar cachoeiras, rios e fazendas locais que investem no agroturismo. Aqui no Espírito Santo existem vários sítios e fazendas adeptas do agroturismo como Domingos Martins, Venda Nova do Imigrante,  Santa Teresa e Marilândia. 

                               Fazenda Saúde Agroturismo

Já imaginou chegar cansado da caminhada e se refrescar em um belo lago artificial como o ilustrado acima? Mas se controle com as guloseimas, que são muitas por aqui.Queijos, vinhos, bolos, etc.. talvez não resista a tanta gostosura.



E por falar em coisas gostosas, apenas a título de curiosidade, você já ouviu falar do tombo da polenta em Venda Nova do Imigrante? É uma festa típica italiana que acontece geralmente no mês de outubro de cada ano com as tradicionais atrações do evento, como o Tombo da Polenta, eleição da Rainha e Corte do Queijo Gigante e apresentação de grupos de dança. O Tombo da polenta gigante é impressionante! Inclusive é a maior já feita em todo o mundo, com mais de uma tonelada. Confira os detalhes no vídeo e vai se surpreender:

3- SUBIDAS EM MONTANHAS:

Calma, eu não vou tratar de alpinismo, pois essa é  uma atividade que exige muito mais do seu praticante, principalmente equipamentos de segurança e um treinamento bastante específico. 

O alpinismo propriamente dito na verdade é considerado um esporte radical consistente na prática de subir montanhas através de caminhada ou escalada. Trata-se de esporte de aventura e se encontra ligado ao turismo ecológico.


Na verdade tecerei comentários  sobre subidas normais em montanhas,  sem aquele compromisso com o esporte, mas que igualmente nos fornece o prazer de apreciar  belas paisagens, além de gastar bastante calorias extras!!! Apresentarei uma montanha especial, com um trajeto mais íngreme e  um pouquinho perigoso,  mas que tive a oportunidade de subir e gostar demais da conta!! :))))

Pedra  do Cruzeiro:


A pedra do Cruzeiro é a rocha central e no cume está erguida uma  Cruz de 13 metros de altura.
A subida é  diretamente na mata, à direita por meio de uma escadaria de pedra com  2.166 degraus.


A Pedra do Cruzeiro também conhecida como Pedra da Liberdade localiza-se à 7 Km da sede do município de Marilândia na comunidade de Alto Liberdade. Avistado à quilômetros da cidade é uma das montanhas mais altas da região com mais de 700 metros de altura.
Além de um belíssimo lugar que atrai turistas a pedra do Cruzeiro é um local sagrado para os fiéis que sobem a montanha para pagar promessas, fazer pedidos (principalmente chuva em tempos de seca), agradecer graças alcançadas ou somente a passeio. 

Na Pedra do Cruzeiro há atualmente espetada uma cruz de 13 metros de altura em braços de 7 metros de comprimento, construída em cimento armado, sucedendo às três  edificações anteriores do mesmo tipo, de ferro e madeira. 

Uma curiosidade: Já foram construídos 4 cruzeiros, um o fogo queimou, outro a ferrugem destruiu, ainda outro o vento derrubou e não se sabe quando será o fim do quarto mas o fato é que, desde 1943 a Pedra do cruzeiro foi transformada num local de oração e fé e nunca em seu pico faltará o símbolo sagrado que é a cruz (exceto nos períodos de construção de uma nova). 

O quarto  e atual cruzeiro foi construído de cimento, porém mais forte que o terceiro, com vergalhões mais grossos, mais cimento e 4 escoras. A comunidade de Alto Liberdade teve a ajuda de muitas comunidades para a construção da cruz e principalmente com a ajuda da Prefeitura Municipal de Marilândia, que ajudou com cimento areia e outros materiais(todos os materiais utilizados na obra foram doados).



Foram levados até o alto da pedra 330 latões de areia, todos nas costas dos trabalhadores. Alguns chegaram a carregar 2 latões de areia por viajem. Foram usados aproximadamente 80 varões, alguns de até 12 metros e muito cimento e houve homens que subiram os 2166 degraus carregando 1 saco de cimento nas costas. Também mulheres carregaram materiais para a construção. Dentre todos o mais entusiasmado era o Pe. José Brasil que  foi o engenheiro da obra. Em 3 de maio de 1989, foi inaugurado o quarto e atual cruzeiro com 13 metro e 30 centímetros.


É possível avistar as cidades de Marilândia e Colatina do alto da pedra do Cruzeiro.

Escadaria de Pedra  até a gruta no meio da Mata
A vista maravilhosa do alto da pedra onde se vê Colatina e trechos de outros municípios é um  forte convite para um piquenique,   com  a vegetação ao redor  bastante  exuberante, onde  são encontrados remanescentes de várias espécies que antigamente habitaram a região conhecida pela fertilidade da caça. 
Para subir até a metade do trecho que leva à  Pedra do Cruzeiro, existe uma escadaria  todo construída em pedra. Do começo da pedra até uma gruta que fica mais ou menos na metade do caminho, foram feitos degraus de pedra colados com cimento totalizando  1.500 degraus. Este trajeto fica no meio da mata. 
Metade do caminho: missão 50% cumprida!

Escadaria no final da escalada

A partir da gruta, a construção se tornou mais difícil, pois a subida se tornou mais íngreme. Agora, já fora da mata, foi necessário usar varões de taipá e até andaimes em determinados lugares. 



Assim foram construídos 666 degraus totalizando 2.166 degraus que formam a grandiosa escadaria que foi inaugurada em 1987


A construção da escadaria iniciou-se em 1983 e levou 4 anos para ficar pronta. A escadaria foi construída pela comunidade local com grande ajuda das comunidades vizinhas.



No cume da Pedra do Cruzeiro, o trajeto torna-se demasiadamente perigoso, pois o local é rodeado de precipícios por todos os lados. Mas é só ter bastante cautela. Cuide-se em  relaxar e apreciar a beleza da paisagem, onde os abismos  podem até ser considerados obras primas da natureza tamanha a preciosidade de seus detalhes e profundeza.

Visão do precipício


Tudo talhado diretamente na rocha que ergue-se majestosa e imponente em uma altura que as lentes da máquina fotográfica quase não conseguem captar.
Já dá para ter uma ideia da quantidade de calorias que perdi na subida dos 2.166 degraus não é mesmo?

Mas a subida até que foi fácil. Senti mais dificuldade na descida e como consequência fiquei com as pernas doendo durante uma semana inteira tamanho é o esforço para escalar todos os degraus. Mas vale muito a pena, recomendo a todos!!

 A Pedra do Cruzeiro e seu símbolo passaram a fazer parte da história da comunidade de Alto Liberdade e é o principal ponto turístico do município de Marilândia que situa-se mais ao norte do Estado do Espírito Santo. 

Assim, agradeço a atenção oferecida e se quiserem maiores  detalhes do passeio e das calorias perdidas não deixem de  perguntar que esclarecerei as dúvidas que porventura surgirem.  Fiquem com a vista aérea do Cruzeiro de liberdade, local onde estive e amei!
Abraços! 

24 comentários:

  1. Olá minha querida e adorável amiga Adriana, boa noite!!!
    Minha amiga, um lugar mais lindo que o outro, aqui não temos montanhas, nem mesmo baixinhas, é tudo plano, só alguns montinhos bem baixinhos... Você tem muita coragem, ficando na beira do abismo, sorrindo tão lindamente, dá até calafrios só de lhe ver ali tão pertinho do precipício... tenho medo de alturas, não teria essa coragem... rsrsrsrs... Tenho uma chácara na beira de uma grande e bela represa, vez ou outra fazemos esses passeio entre meio a natureza... é muito bom. Valeu minha amiga, adorei sua postagem e as imagens, tudo lindo!!!
    Tenha uma linda e abençoada noite e um maravilhoso e abençoado final de semana!!!
    Abraços com carinho e muita paz!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Luis, meu amigo tão querido!
      Sempre presente e que me deixa muito feliz por isso!
      Pois é, a subida na pedra do Cruzeiro foi um dos passeios mais emocionantes que realizei há bem pouco tempo, pois a natureza local é espetacular, salta aos olhos e eu fiquei realmente fascinada pelos abismos sem fim... rsrs
      É claro que tive receio de fotografar perto, afinal um escorregão poderia ser fatal... Mas não podemos confrontar a beleza e a força da natureza, por isso me cerquei de cuidados !!!
      O importante Luis, é que você está sempre em contato com a natureza quando visita o seu belo sítio e não importa que seja do alto de uma montanha ou nadando na sua represa: o que é importante é sempre estar em meio ao verde, respeitando e preservando o que temos de tão belo neste riquíssimo Pais cercado de belezas naturais de norte a sul, sem exceções!!!
      Muito obrigada pela participação amigo!!
      Desejo um ótimo final de semana!
      Abraços!!

      Excluir
  2. Olá Adriana,

    Me parece um passeio simplesmente fantástico e assumo que me chamou mais a atenção o Tombo da Polenta.

    Lindas fotos, dá muita vontade de conhecer esse local.

    Abraços :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia Bruno!
      Agradeço muito sua presença e participação!!
      O passeio ecológico é realmente maravilhoso, vale a pena mesmo, posso garantir!
      Mas o que te chamou mais a atenção, o tombo da Polenta, além de ser um recorde brasileiro também é muito gostoso! As pessoas ficam maravilhadas e saboreiam a iguaria com queijo e a linguiça típica da região, todos muito saborosos!!
      Depois chega o momento da danças típicas italianas e alemãs, um convite para a diversão!
      Chegando ao Espírito Santo, poderá conhecer tudo isso em pouco tempo, pois por ser um Estado pequeno, as viagens são menores e menos cansativas para ir de um local ao outro.
      Tenha uma ótimo final de semana Bruno e muito obrigada!
      Abraços!

      Excluir
  3. Oi Adriana,

    não tem exercício mais prazeroso que este, caminhar por entre a natureza, em lugares belos, é o cansaço mais gostoso que podemos sentir.

    Seus posts como sempre, maravilhosos, úteis, informativos, completíssimos. As dicas de locais que você postou as imagens simplesmente lindas, o tombo da polenta, incrível!

    Mas...ficar na beiradinha do precipício como você está na foto, não consigo não, ai que medo!

    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Querida amiga Van... Você está coberta de razão querida!!!
      Se existe uma coisa boa de fazer é praticar exercícios ao ar livre, no meio do verde e das deslumbrantes paisagens que cercam esse nosso lindo Brasil!!!!
      Assim, o exercício, ao invés de resultar em cansaço, se transforma na melhor coisa do dia pois traz vida, traz alegria e sobretudo felicidade!!!!
      Agradeço pelo fato da matéria ter lhe interessado querida!
      O tombo da polenta é o máximo!!!
      E ficar na beira do abismo dá uma sensação refrescante.. sério!!
      uma adrenalina só!!! rsrs
      Beijos e um ótimo final de semana!!!

      Excluir
  4. Oi Adriana! Como vai minha querida amiga? Vim lhe fazer uma visita! Show de bola este post, eu gosto muito de natureza também, sempre que dá eu vou pro sítio, lá tem muitas árvores corregos e lugares altos, neste feriado de carnaval eu fui pra lá e curti um monte! Muito bacana estas suas fotos, chega a dar um friozinho na barriga de ver vc aí na beirinha deste abismo! Vc não teve medo não??? Eu tenho um certo receio de altura! Vc tem muita coragem hein!!!
    Valeuuu minha linda!
    Bjsss...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom recebê-lo Adriano, seja sempre bem-vindo!!!
      A natureza é muito bela não é? E o mais incrível é que encontramos lugares belíssimos em um cantinho do Brasil praticamente desconhecido tamanha é a fartura de lugares maravilhosos que aqui existem!!!
      Muito bom saber que no carnaval descansou no sítio em meio às árvores e córregos: nada melhor!!!!
      E ficar na beira do abismo é muito legal, dá uma ótima sensação! Fiquei com um pouco de medo sim, de escorregar, mas logo saí e fiquei em segurança: com a natureza não se brinca!!!
      Muito obrigada e um ótimo final de semana!!
      Abraços!!!

      Excluir
  5. Minha amiga,

    Senti a brisa daqui deste matagais lindos, desta vista maravilhosa e montanhosa.

    As fotos nos convidam a um bela trilha , além de nos dar energia e grandes motivações pra caminhar.. Minha amiga quanta beleza, confesso a você que eu nunca fiz um passeio desses mas tenho muita vontade de me permitir ser conduzida pela natureza.Só de ver você toda livre , leve , solta e sorridente, nem me fale...

    Adorei o post, as fotos, o incentivo, as belas e lindas curiosidades....e ja estou pensando em fazer um passeio semelhante...rsrs

    Beijos minha querida amiga e tenha um belo final de semana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cecília, minha querida amiga!!
      Com certeza amiga, sentir a brisa batendo no rosto é uma sensação maravilhosa, tanto quanto o ventinho gelado que senti ao me posicionar para a foto bem rente ao abismo.. apenas não olhei para baixo e saí de lá rapidinho..rsrs

      Agora, se quiser vir até o Espírito Santo poderei ser a guia e te levar para conhecer a Pedra do Cruzeiro. Até já estou combinando como meu tio que também ficou encantado com o local e quer subir! Estamos programando para o mês de Julho, pois é mais frio e o céu torna-se nosso aliado, pois fica azul, límpido, sem nuvens e as montanhas mais verdejantes do que nunca!!!

      Com certeza ainda fará um passeio assim amiga, pode ser em qualquer morro ou montanha que tudo fica lindo! A natureza é bela em qualquer lugar!!!

      Adorei sua presença!
      Tenha um lindo final de semana!!!

      Excluir
  6. Oi, Adriana. Maravilhosa postagem, deu vontade de sair caminhando amanhã! Admiro a maneira como expõe os temas que escolhe, recheados de informações úteis. Um abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que maravilha Bia, boa noite querida!!!!
      Então posso afirmar com toda a certeza que a missão do dia foi cumprida!!
      É este o meu objetivo desde que comecei a escrever estas linhas neste blog: fomentar a vontade de praticar exercícios nas pessoas e tentar passar aos leitores, que ainda não descobriram o prazer de uma boa caminhada, que tudo fica muito mais colorido e alegre a partir do momento em que aprendemos a cuidar da própria saúde, seja com uma boa alimentação, com a prática de exercícios regulares ou na alegria de viver!

      Eu é que agradeço a sua adorável presença querida! Volte sempre!!
      Beijos e um excelente final de semana!!!

      Excluir
  7. Adri, Anjinha querida!


    Em Nova Iguaçu, aqui na minha terrinha, há muitas montanhas e opções de trilha, sendo que a mais conhecida é a Serra de Madureira, uma lindeza que atrai turistas do País inteiro, embora ainda não seja oficialmente uma área aberta para tal (vai ser em breve, e há quem alugue bugres para ir até o pico).
    Eu irei, por esses dias, fazer parte de uma trilha ecológica no Parque Municipal de minha cidade, toda equipada, com bastante água e protetor anti-inseto (Essas trilahs são ótimas mas se você não vai precavido... rs!).
    Adri, lindas as imagens que colocou para nós e fiquei boba com sua resistência! ( Eu caminho o dia inteiro se for necessário, mas para montanhismo, sou meio devagar! kkkkkkkk)

    Beijos, doce amiga!

    Mary:)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É mesmo Mary? Tem muitas montanhas em Nova Iguaçu? Agora fiquei tentada em conhecer sua cidade, ainda mais que é pertinho da Serra da Madureira que deve ser uma beleza sem fim!!!
      As pessoas sobem as montanhas de bugre? Nossa, que legal! Então a subida é mais amena não é? Apesar de ser alto, não deve ser de escadas de pedra, o que seria impossível para os bugres passarem!

      Ah, e por favor: registre toda as sua trilha ecológica que fará! Faço questão de fazer o primeiro comentário e analisar toda a parafernália que utilizará no caminho!!! Será que estará vestida como se fosse a um safari? Muito cuidado com os mosquitos, alguns tem umas picadas que inflamam e o repelente é realmente essencial!!!!

      Pois é amiga, subi eu até que subi fácil.. o difícil, por incrível que possa parecer, foi descer: minha perna ficou completamente bamba..rsrsrs

      Muito obrigada Mary e eu vou ficar esperando as fotos do seu safari ecológico!!
      Que maravilha, gostaria de participar também!!
      Beijos!!!!!

      Excluir
  8. Subi o alto da Liberdade ouvindo everyday is like sanday, em 1991 quando morei em Colatina/ES.
    Hoje ao ouvir a mesma canção,bateu saudade. Procurei no google e encontrei este blog.

    Valeu muito!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite Ednaldo! Que prazer receber a visita de alguém que conhece a Pedra do Cruzeiro e que já subiu aqueles maravilhosos degraus!!
      Então já deve saber que é uma experiência única e que, volta e meia, vem à nossa memória!!
      No seu caso, a música ajudou, sem dúvida nenhuma, aquele momento se tornar inesquecível, tanto que em seu momento nostalgia procurou o Cruzeiro no Google e chegou até aqui, o que me deixou muito feliz!
      Sua participação alegrou o final do meu domingo! Obrigada!!
      Tenha uma ótima semana!!!!

      Excluir
  9. Respostas
    1. Agradeço sua participação Ednaldo!
      Tenha uma semana bastante produtiva!
      Abraços!!

      Excluir
  10. Realmente dá vontade de 'pular' pra dentro das fotos!
    Lugar espetacular... Amei!!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei Vanda, obrigada amiga!
      Se um dia você passar aqui por perto e quiser conhecer a Pedra ao Vivo, podemos planejar a subida! É cansativa, mas a visão ao final compensa tudo,pois ficamos lá, pertinho do céu e de Deus!!!
      Obrigada pela visitinha, adorei querida!!
      Um grande beijo e um final de semana maravilhoso!!!!

      Excluir
  11. nossa, que vista maravilhosa,
    em todos os sentidos.
    acho que é essa a recompensa,
    pelo esforço, poder ver o que ninguém quase vê

    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Frank! É verdade! Não tem como não se impressionar com esta vista deslumbrante das montanhas e do verde das matas!!
      Sabia que fica aqui, pertinho de mim?
      Mais ainda, é pertinho da casa da Vovó Zilda,em Marilândia/ES!
      Sim, é difícil subir a montanha: muitos desistem na metade do caminho!
      Mas as escadas ajudam e muito!!!

      Obrigada pela presença!!!
      Abraços amigo e ótimo final de semana!

      Excluir
  12. Amei a caminha e foto ecológicas, Drica! Senti a brisa do ambiente e sua alegria daqui... por isso, gosto de seu cantinho... é puro alto-astral. beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Barbie, me desculpe....
      Mas comente hoje vi o seu comentário!
      Agradeço o carinho, os elogios!
      Você é sempre um amor bonequinha!
      Beijos e carinho!

      Excluir

Fique à vontade para expressar seus sentimentos e sugestões.
Você é sempre muito bem-vindo(a)! Obrigada e Abraços!

Tecnologia do Blogger.