Trail Run: Desafiando os limites do corpo e da mente em plena natureza!




Olá amigos queridos! Tudo bem? Depois de passar mais de duas semanas sofrendo com a sinusite, me recuperei e as forças finalmente voltaram! :D Uhullll


Digo e falo que se não fossem minhas corridinhas diárias eu demoraria muito para me recuperar. E nada melhor do que começar a semana correndo por trilhas, onde a areia e as folhas caídas do frescor do outono amortecem os passos, refrescam a respiração e nos enchem de confiança!

Mas você precisa de umas dicas para adaptar-se a esse tipo de corrida, pois não é a mesma coisa que caminhar ou andar nas estradas e no asfalto. Venha conhecer o que é "Trail Run"e as diferenças existentes, pois são interessantes e poderão te auxiliar a melhorar o seu desempenho e te inspirar a começar já!




1- DEFINIÇÃO E CARACTERÍSTICAS:


Antes de tudo, vamos à definição e o significado de "Trail Run". Trail Run ou Trail Running é uma modalidade de corrida de trilha que ganha cada vez mais adeptos no Brasil. Muito comum nos Estados Unidos e na Europa a modalidade tem como principal característica ocorrer em meio à natureza. As competições acontecem em áreas rurais ou litorâneas próximas ou não de grandes centros urbanos, onde geralmente não há tráfego de veículos motorizados. Uma bênção para quem sofre de sinusite como eu...rsrs


Outra característica do Trail Run é a variação do relevo, podendo ser praticado em montanha, entre praias, no sertão, no deserto, etc.

No Brasil, as provas mais comuns de Trail Run são as corridas de montanha e as trilhas entre praias, que tem levado muita gente dos grandes centros a encarar estes desafios em meio às belas paisagens do nosso país.

Train Run:  paisagens deslumbrantes


2- NO TRAIL RUN O ESFORÇO É MAIOR QUE NA CORRIDA DE RUA:

E para encarar estes desafios é necessário treinamento específico. O Trail Run é mais intenso que a Corrida de Rua e exige muito mais do corpo e da mente.

Leio alguns artigos e vejo em blogs e revistas de treinos essa dúvida, que surge com frequência nos corredores e nos praticantes amadores das corridas. Eu sou amadora, e para tornar-se profissional ainda é um longo caminho...rsrs  Mas a gente chega lá né? Noto e observo que praticantes de corrida de rua (asfalto) fazem a opção de começar a  correr em trilhas. Da teoria para a prática é uma grande diferença. Tudo muda, e não só a espécie de exercício. Os treinos e vestimentas também precisam ser diferentes (adaptados), para que a mudança seja facilitada. Mas sei que é prazeroso demais participar das corridas de montanha e vislumbrar suas belas paisagens, tem cada uma de tirar o fôlego.



3- ESTEJA PREPARADO PARA TROCAR O ASFALTO POR TRILHAS DE BARRO, GRAMA, AREIA OU CASCALHO:

A adaptação deve começar por trocar o asfalto liso por vias com paralelepípedos e trilhas com barro, grama, areia e cascalho. Se o corredor não abre mão dos treinos no asfalto, pelo menos deve acrescentar um dia na semana para treinos em trilhas. 

A adaptação pode ser iniciada correndo em trechos de paralelepípedos

Depois de se acostumar com isso, é preciso partir para subidas e descidas que, em princípio, podem ser feitas no próprio asfalto. Subir escada também é uma boa pedida. O sobe e desce, aliás, é um dos pontos-chaves no ‘trail run’

Você pode treinar subindo e descendo escadas e ficará preparado para o trail run

O ‘trail’ é corrida em sua essência, mas o piso é diferente e a técnica também muda um pouco. Há diferenças no esforço dispensado, além do ritmo ser mais lento do que o imprimido em provas de rua, por causa das várias subidas e dos trechos mais técnicos, onde pode haver pedras, buracos, lama, mata fechada e areia, o que exige cautela. Assim, caminhar é normal nesse tipo de prova, e essencial para economizar esforço e poupar a musculatura.

Buracos, pedras, mata fechada e areia: maiores obstáculos no trail run

4- A VELOCIDADE É MENOR, MAS A FORÇA EXIGIDA NAS PERNAS FARÁ DOBRAR A INTENSIDADE DO ESFORÇO:

A superfície irregular e cheia de buracos, pedras, sulcos e obstáculos faz com que os músculos precisem ter agilidade e grande capacidade de adaptação, com menos impacto que no asfalto.

Ainda que sua velocidade seja menor – porque a superfície exige mais cautela –, a força nas pernas fará dobrar a intensidade do esforço. “A trilha é um piso mais pesado do que o asfalto, pois não devolve o impacto em forma de impulso, exigindo mais do corredor para manter o mesmo pace, assim como o grip do piso. Na terra, a passada escorrega mais na hora de tracionar, dificultando a velocidade, e trilhas oferecem aclives e declives, exigindo maior variação de ritmos. Mas estar mais lento não significa ser menos intenso – dificilmente dá para manter um ritmo de cruzeiro, pois o percurso não permite. Como consequência, temos um ganho de condicionamento e maior velocidade depois no asfalto”, explica Sidney Togumi, atleta e treinador da Upfit Assessoria Esportiva.

O esforço realizado  nas subidas é triplicado no trail run

É interessante, ainda, sentir como é correr com os pés molhados, porque, às vezes, é preciso correr dentro de riachos, à beira do mar e no meio do barro, o que deixa os pés mais pesados e requer melhor preparo físico. Assim, é importante correr com calçados específicos para corrida de montanha.

Travessia do  rio: um desafio e tanto, mas maravilhoso!

5- PRECAUÇÕES E CUIDADOS:

Procure sempre um profissional de Educação Física qualificado, para que ele possa adequar os treinos e melhor orientá-lo nessa transição e preparação, visando o início das corridas ‘trail’. Também mantenha sempre seus exames médicos em dia, pois a tendência é que o esforço nos treinos e nas corridas aumente, e isso exige muito do condicionamento físico.

Então, gostou das dicas? Vai começar a se exercitar  a partir de agora?  Vamos nos divertir gente  e bora praticar saúde!


Tudo que é feito em sintonia com a natureza traz muito mais felicidade! Bons treinos!! :))))

E para você se inspirar e ficar motivado a praticar, que tal assistir a  dois vídeos que mostram todas as belezas da prática do Trail, lá fora e aqui. É rapidinho e você vai adorar!






Imagens: arquivo pessoal e google imagens

14 comentários:

  1. Deve ser mesmo super. Ah se eu pudesse!
    Vi seu selo, ficou ótimo!!!
    Bjk...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meri, tenho que agradecer por seu carinho e presença!

      Quem sabe ainda não dará para você praticar tudo isso ?
      Fé que tudo vai dar certo!

      Fiz o selinho no intervalo do trabalho e vim colocar ele de teste no blog..
      E não é que funcionou? Fiquei feliz demais da conta!
      Aproveitei e trouxe o seu selo e o coloquei no banner rotativo dos blogs amigos, no rodapé do blog, e lá ele ficou lindo e em destaque!
      Eu já tinha o seu blog na minha lista de blogs indicados para leitura, desde que você me ensinou a colocar os comentários triplos aqui, do blogguer, do facebook e do google e até hoje funciona maravilhosamente bem amiga! Você é fera ! :))))

      Muito obrigada pela presença querida!
      Beijos e uma semana encantadora!!! :))))

      Excluir
    2. Maravilha, e ainda tenho o tutorial dos comentários com abas lá no blog. Eu estou usando um sistema sem o G+, é outro código mais simples para não pesar no blog. Ainda vou postar.
      Te adoro!
      Bjk.

      Excluir
    3. Amiga, meu selo mudou. Está no rodapé do meu blog. O antigo foi plagiado por uma pessoa. Isso foi um dos motivos que me levou a trocar o nome do meu blog. Fiquei chateada mas hoje agradeço, pois acho que a mudança foi positiva.
      Bjk!

      Excluir
    4. Que beleza Meri, quando postar o novo tutorial de comentários provavelmente testarei aqui no blog! Mas esse sistema de comentários, mesmo pesado, ficou tão legal aqui que dificilmente modificarei! Mas adoro novidade, você sabe...hihihihihi :))))))

      Meri, eu peguei o código do seu selinho no seu último artigo que ensina a fazer a caixinha do link-me e saiu a rosa ao invés do novo banner . Então vou lá no seu cantinho agora buscar o código mais recente para colocar no meu rodapé!! Está no rodapé né? Então vou lá now e correndo...rsrs

      Beijinhos e um maravilhoso feriado amiga linda!
      Se cuida tá? :)))))

      Excluir
    5. Meri, você deve ter sofrido muito com o plágio do seu blog! Um absurdo não é? Mas você fez outro melhor ainda...rsrs E agora está dando um banho de talento com seus posts! Aconselho a colocar uma trava bem forte em seu blog para nenhum outro aventureiro se meter a querer copiar novamente né? Com certeza a mudança te revigorou!!
      Beijinhos! :))))

      Excluir
    6. Menina, vc salvou meu selo. Eu tinha esquecido de mudar o link da imagem no código do post. Valeu, amiga!
      Bjk...

      Excluir
    7. Ahhhh, legal Meri! Adorei seu novo selo querida!
      Moderníssimo!
      Beijos! :))))

      Excluir
  2. Olá, querida amiga Adriana, boa noite,...espero e creio que esteja totalmente recuperada da sinusite, Deus te abençoe...uma vez , li ( ou vi, ) uma reportagem em que um participante disse que "quem não estiver preparado para sofrer não se dá bem com o Trail Run" e melhor explicou "se forem fáceis, normalmente, quem gosta não as repete"...eu caminho e/ou corro em lugares normalmente utilizados , asfalto, ruas,pequenas trilhas e trail run só fiz uma vez ,quando era mais jovem- alguns meses atrás- mas, é como bem relatou nas suas excelentes dicas,o trail ocorre em meio à natureza, e isso nos faz muito bem,claro que tive algumas dificuldades de adaptação,realmente, tudo muda, e não só a espécie de exercício, mas, no esforço, também. Como o Togumi disse, o trail pelo ritmo ser mais lento , nem sempre podemos correr e sim caminhar , pois o percurso não permite...enfim,parabéns pelas dicas e os dois vídeos... e bora praticar saúde!Uhulll,obrigado pelo carinho de sempre,belos dias,beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi meu querido amigo Felis!
      Sim, graças a Deus melhorei bastante, mas acredita que a garganta começou a doer ontem? Misericórdia, acho que preciso me benzer viu? kkkkkkkkkkkk

      Sim amigo, maravilhosa frase que mencionastes sobre o que Train run! Creio que eu esteja preparada para sofrer, pois de uns tempos para cá, a coisa tá preta...hihihihihi
      Inclusive, já estou acostumada com todas as intempéries da natureza. Adoro pegar chuva, cair no buraco, me encher de lama, ficar toda picada de mosquitos e encher a roupa de carrapichos...rsrs Mas ainda nunca tentei um percurso grande e atualmente não me sinto muito saudável devidos aos problemas respiratórios! Mas quando me recuperar, ninguém me segura...hahahahahaha

      Adorei sua presença amigo! Sei que é véspera de feriado e deve estar se preparando para algo grandioso e por isso, já desejo antecipadamente, um maravilhoso feriado e um fim de semana repleto de felicidade!
      Beijos querido amigo e muito obrigada pela rica e carinhosa participação! ;))))))

      Excluir
  3. Estamos sempre falando sobre a importância da adaptação quando busca uma nova modalidade. Ela é muito importante para prevenir lesões, além de permitir uma evolução mais natural.
    Mesmo que você tenha muita experiência em corridas, é indispensável que você busque uma orientação capacitada para iniciar no trail run. Podemos afirmar com toda a certeza que as técnicas da corrida de rua, são totalmente diferentes das técnicas usadas para enfrentar pedras, galhos, lama e outras adversidades desta nova modalidade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia Alfeu!
      Fico muito feliz com a sua participação!
      Sim, adaptação é importante demais quando a saúde é o principal foco.
      Ah, sem dúvida nenhuma, no traIl run, os obstáculos são muito maiores, mas a visão quase selvagem da natureza, compensa muito!!!
      Abraços e um ótimo fim de semana amigo!! :)))

      Excluir
  4. Cansei só de ler, Adriana. hahaha Mas deve ser muito bom. E eu sei bem como é sinusite, sofro disso muitas vezes. Mais um ótimo post e recheado de dicas! Bjs e bom fim de semana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahaha Sérgio, posso garantir que o tail running cansa muito mais do que a corrida de rua, pois existem muitos obstáculos naturais para serem vencidos!
      Mas confesso para você, que eu preferiria subir uma montanha imensa, dez vezes ,do que sentir esses efeitos da sinusite que me abatem demais...Não é fácil né amigo?

      Muito obrigada pelo carinho da presença!
      E hoje estou empolgada para assistir os capítulos finais da novela Totalmente Demais!
      Será um escândalo de legal!! Uhullllll
      Beijos!!! :)))))

      Excluir

Fique à vontade para expressar seus sentimentos e sugestões.
Você é sempre muito bem-vindo(a)! Obrigada e Abraços!

Tecnologia do Blogger.