10 Frutas brasileiras que tem o poder de curar!


10 Frutas Nativas que curam (1)

Oi amigos! Estou voltando com  matérias inéditas de saúde. Fazia tempo que eu não escrevia sobre esse tema tão palpitante! Entre os alimentos saudáveis disponíveis, não existe nada mais nutritivo e gostoso do que as frutas não é mesmo? Quando leio matérias sobre determinados tipos de  alimentos,  costumo ficar bastante frustrada, porque insistem em valorizar  mais as frutas  importadas como a maçã, o  noni,  blue berri entre outros, muitos mais caros e difíceis de encontrar. Por outro lado, o nosso território brasileiro, é tão vasto e rico em frutas excepcionais que tem um  poder incrível de curar várias doenças.Você precisa conhecer!

Ora, alimento saudável e gostoso, com a absoluta certeza, é aquele que é da estação:  madurinho,  fresco, integral e idealmente consumido cru. Sem acompanhamentos nefastos como o açúcar, adoçantes e laticínios. Nestas condições, oferecidos  pela própria natureza, as frutas de nosso país, são encontrados até no nosso quintal, bairro ou cidade. Lembrando também, que estas frutas,  apesar de serem bem rústicas e 100% brasileiras, não são convencionais e facilmente encontradas nos supermercados... Mas vale a pena tê-las perto da gente!   Veja o porquê!! :)



Certamente você já inclui em seu cardápio diário o consumo de frutas, como a maçã, a banana, o morango, manga, talvez um mamão, goiaba ou maracujá. Tudo coisa boa. Hoje, porém, vamos dar uma olhadinha nas frutas nativas já recomendadas pelos nossos avós e que agora também recebem o reconhecimento do Ministério da Saúde como Frutas que Curam. Se você quiser cultivar uma em seu quintal, procure por sementes em lojas especializadas.

A escassez de oferta das frutas nativas no mercado, deve-se ao desconhecimento de suas propriedades, além do desmatamento e o uso crescente e indiscriminado de agrotóxicos, que promovem a eliminação das árvores nativas. Principalmente nos grandes cultivos, onde a monocultura extingue todos os demais. Devido a isso, muitas plantas, com potencial uso alimentar e farmacêutico, estão em risco de desaparecer. :(

A nossa alimentação cotidiana costuma ser pobre em nutrientes e não conhecemos as nossas matas.  A tendência dos cidadãos conscientes é o retorno à agroecologia (agricultura sem uso de agrotóxicos), onde a biodiversidade faz com que umas plantas ‘defendam’ as outras, naturalmente, das pragas e doenças que podem atacá-las.Mesmo nas cidades, recomenda-se um jardim “tipo matinho” onde as chamadas “ervas daninhas” naturalmente espantam os insetos predadores. Os estudos são desenvolvidos por várias universidades brasileiras, em parcerias com institutos internacionais. Os dados que apresentamos aqui são resultados de pesquisas obtidos principalmente pela USP – Universidade de São Paulo, conforme pode ser verificado nas fontes referenciadas ao final.
 
Então vamos às  frutas nativas que curam?
 
1) Abiu
Também conhecido como Pau-de-curtume, maricão, nancito.
Propriedades terapêuticas: Contem proteínas, lípidos, vitaminas B e B2, vitamina C, fibras, e sais minerais tais como o ferro, o fósforo e o cálcio.
Indicações terapêuticas: Combate a anemia, o enfraquecimento.Deve ser comido maduro, quando a sua pele está toda amarela.
Origem – Brasil, região Norte, Amazônia.
Abiu - deve ser comido maduro, apenas o miolo
 
2)  Amora
Propriedades terapêuticas: Antioxidantes da família dos bisfenóis, além das vitaminas A, B1, B2 e C. Laxativa, sedativa, expectorante, refrescante, emoliente, calmante, diurética, antidiabético, antiinflamatória, tônica.
Indicações terapêuticas: Atua no combate ao câncer e doenças cardiovasculares. Dor de dente, regula a pressão sanguínea, tosse, inapetência, prisão de ventre, inflamações bucais, febre, diabetes, dermatoses, eczema, erupções cutâneas.
Origem: Nativa da Ásia, Europa, América do Norte e América do Sul. 
Amora - rica em resveratrol, como todo fruto de cor roxa.

3)  Araticum
Também conhecido como Ariticum, fruta-do-conde, ata, pinha. Tem polpa branca e sabor extremamente doce. Dentro de cada 'baga' tem uma semente dura, marrom escura. Uma modificação genética, hoje comercializada com o nome de atemóia, apresenta um sabor mais ácido.
Propriedades terapêuticas: O araticum é um fruto que apresenta polpa adocicada, rica em ferro, potássio, cálcio, vitamina C, A, B1 e B2.
Indicações terapêuticas: As folhas e sementes do araticunzeiro são utilizadas para conter a diarreia, induzir a menstruação, além de usadas no tratamento de úlceras, cólicas, câncer de pele e reumatismo.
Origem – Brasil, especialmente no cerrado.  
Araticum - come-se o miolo branco, sem a semente.

4)  Gabiroba
Também conhecido como Guabirova, araçá-congonha (do tupi: o que mantém o ser). 
Propriedades terapêuticas: Antioxidante – dez vezes maior que a amora e framboesa, por exemplo. 
Indicações terapêuticas: Previne contra tumores, elimina radicais livres. Adstringente e antidiarreico(A infusão das folhas é relaxante para aliviar dores musculares, através de banhos de imersão). 
Informações complementares
Origem: Brasil, especialmente nos cerrados das regiões Sul, Sudeste, Nordeste e Centro-Oeste.
Gabiroba - Casquinha meio dura, sabor agridoce.

5)  Jabuticaba


Também conhecido como Guapuru fruta. Um dos espetáculos mais lindos para se contemplar pelo exóticos e deliciosos  frutos que nascem coladinhos nos troncos. Quando bate o sol sobre o roxo da casca, as bolinhas brilham qual pérolas e as crianças de todas as idades ficam enlouquecidas para pegar e chupar no pé. Muito lindo! A casca é que deve ser aproveitada como farinha, sucos, sorvetes. 
Propriedades terapêuticas: Antioxidante, antialérgico, é rico em ferro, fósforo, vitamina C e niacina (vitamina do complexo B) que facilita a digestão e ajuda a eliminar toxinas. 
Indicações terapêuticas: Previne contra tumores, problemas cardíacos, estabilizador do açúcar no sangue de diabéticos, prisão de ventre. 
Origem: Brasil, nativa da Mata Atlântica.

Uso medicinal: casca e polpa, especialmente a casca, que contém as antocianinas,  apresentam potente ação antioxidante, reduzindo a incidência de tumores e problemas cardíacos, varrendo as moléculas instáveis de radicais livres. Se a maior concentração de antocianinas está na casca, não dá para você simplesmente cuspí-la ao chupar. Tudo bem, engolir a casca  também é difícil..rsrs A saída, sugerida pelos especialistas, é batê-la no preparo de sucos, geleias, licor e vinho. A boa notícia é que altas temperaturas não degradam suas substâncias benéficas. Quando pequena eu estava sempre nos pés de jabuticaba de meus avós! Vovô cuidava das árvores com carinho e elas nos brindavam com esse espetáculo: Inclusive, já falei da jabuticaba AQUI no artigo SUBINDO NO PÉ DE JABUTICABA!
 
Jabuticaba - os frutos nascem grudados no tronco.

6)  Jamelão
Também conhecido como Jambolão, azeitona ou jambeiro. Árvore de elevada altura, dificulta o acesso para a colheita doméstica. E, quando cai no chão, por estar madura, acaba rachando e inadequada ao consumo. 
Propriedades terapêuticas: Antioxidante, antialérgico, anti-inflamatório, com propriedades semelhantes às da dexametasona.
Indicações terapêuticas: Combate a hipoglicemia. Embora cause transtornos pela coloração (arroxeada) que provoca mancha nas mãos, tecidos, calçamentos e pinturas de carros, tem-se mostrado bastante eficaz no tratamento anticâncer.
Origem: Índia. Adaptou-se muito bem às condições de solo e clima do Brasil, tornando-se espécie sub espontânea na região Nordeste.

Na infância,  vivia subindo nos pés de "azeitona" como era popularmente chamado por meus avós. Ao saborear, a língua tornava-se roxa, o que virava  motivo de brincadeiras e diversão... Deve ser por isso que na idade adulta dificilmente adoeço: consumi muito jamelão quando pequena...hehehe
Jamelão - encontrada também em algumas praças e ruas urbanas.

7)  Mirtilo
É possível plantar um pé de mirtilo  até mesmo nos terraços dos apartamentos a a partir das sementes. Sabe-se que suas folhas possuem as mesmas propriedades do fruto e podem ser usadas  no preparo de chás e sucos. 
Propriedades terapêuticas: Adstringente, tônico, antibacteriano, hipoglicemiante, antioxidante. 
Indicações terapêuticas: Antioxidante (combate o câncer), anti-diarreias, melhora a visão noturna, retinopatia diabética, falta de perfusão renal, pé diabético. 
Origem: Europa especialmente de regiões nas quais o inverno é bastante rigoroso. Introduzida no Brasil pelo esforço de um padre italiano, que percorreu muitas residências com as minúsculas sementes, sem receber o devido crédito. Hoje é comercializada em média escala. 
Mirtilo - este maravilhoso arbusto cresce até em vasos.


8)  Murici
Também conhecido como Fruta de Jacu ou Mureci. Usada, inclusive, como base da merenda escolar em alguns municípios, devido ao seu elevado valor nutritivo. 
Propriedades terapêuticas: Muito nutritivo, com sua polpa carnosa, é adequado à suplementação alimentar. 
Indicações terapêuticas: A casca do fruto do murici é rica em tanino, sendo utilizada como adstringente, no trato intestinal e no combate à diarreia. 
Origem: toda a extensão do Brasil, com muitas variedades, especialmente na cor do fruto.
 
Murici ou Muricy - Foto Embrapa.

9)  Pitanga
Fruta tropical, bastante utilizada em sucos e sorvetes, mas pode ser degustada também in natura. Na infância, no sítio que frequentava em Brasília,  adorava os programas de final de semana: ir para o mato, subir nas árvores e encher os saquinhos com as pitangas. Comia-se o tempo todo.Hoje ainda é possível colher em algumas avenidas e praças urbanas. Os passarinhos também as adoram.
Propriedades terapêuticas: Fruto com maior teor documentado de pró-Vitamina A na natureza (os famosos Carotenóides). 
Indicações terapêuticas: Previne formação de rugas na pele, eficaz contra o envelhecimento da pele. 
Origem: Brasil, sendo o estado de Pernambuco um dos maiores produtores.
Pitanga -  saborosa e vistosa frutinha.


10) Uvaia e Pitaia 
Também conhecida como Eugenia uvalha, uvaia do Pêra, uvaia do mato. 
Propriedades terapêuticas: Adstringente e digestivo. 
Indicações terapêuticas: Controle da hipertensão, diminuição do colesterol e ácido úrico, emagrecimento, potencial de uso no tratamento de HIV, tumores (câncer), malária e processos inflamatórios. 
Origem: Nativa da Mata Atlântica, Estados do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul, mas pode ser encontrava em vários Estados. O nome é indígena, "uvaia" vem do Tupi, e significa ”Fruta ácida”.
Uvaia - fruta com alguma 'lanugem' por fora.

Pé de PITAIAS


Então amigos, são frutas genuinamente brasileiras e que crescem perto das florestas nativas. Por isso  temos que preservar as nossas matas, já tão sofridas e degradadas. Assim podemos viver uma vida mais simples e com muita saúde, como a senhora Iracema, que na  sua simplicidade, tem um vasto conhecimento de plantas medicinais que curam. Boa semana amigos! :))))





Seu comentário é muito bem-vindo! Obrigada!

20 comentários:

  1. Boa tarde Adri...
    mas que beleza... algumas eu já comi por aqui srrs
    entrando no mato claro.. amora de mato é tri boa.. o mirtilo tinha ouvido umas semanas atrás algo sobre ele.. mas ng por aqui conhece..
    a natureza nos dá tudo.. pena que as pessoas gostem tanto das drogarias que tanto estragam seus corpos não é.. gostei das dicas, mesmo que algumas acho que não verei tão facil aqui.. bjs e um lindo dia doce amiga.. até sempre

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa tarde querido Samuel!
      São frutas incríveis não é?
      E todas legitimamente brasileiras! Isso dá orgulho de ver! E melhor ainda, experimentar cada uma delas! :D
      O mirtilo é raro de se ver! Já vi sorvete e é azulzinho, uma delícia!
      Mas preferia comer "in natura".
      Se pudéssemos evitar os remédios e ficar só nas frutas, seria maravilhoso!
      Sim, infelizmente é mais complicado encontrar essas frutas, mas a esperança tem que ser a primeira e quanto mais conhecimentos tivermos para melhorar a nossa saúde, será melhor não é mesmo?

      Obrigada pela presença amigo poeta!
      Tenha uma semana maravilhosa!
      Beijos e se cuida! :))))

      Excluir
  2. Olá Adriana,
    A gabiroba e o murici me fizeram lembrar da minha infância na roça e
    na cidade que morei: Ituiutaba/MG, na época dessas frutas eu ficava o
    dia todo com meus irmãos andando pelo mato a procura dessas maravilhas,
    e com essas dicas que você nos trouxe agora podemos ver o quanto são
    importantes para a saúde e os benefícios causadas por suas propriedades.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa tarde Alfeu!
      Eu ainda não experimentei a gabiroba... mas com certeza, deve ser uma delícia!
      Geralmente, quem teve a oportunidade de passar a infância na roça, foi privilegiado e conheceu muitas frutas! E todas deliciosas!
      Eu tive mais contato com a jabuticaba e o jamelão! E comia diretamente no pé! Uma maravilha!
      Todas elas fazem um bem danado para a nossa saúde!
      Precisamos preservar nossa flora para não perder todas essas frutas e suas propriedades terapêuticas!

      Obrigada pela presença amigo!
      Tenha uma semana muito saudável!
      Abraços!!

      Excluir
  3. Adriana, adorei vir aqui e saber mais das frutas.Adoro e nosso consumo é grande! Mas sabendo dos benefícios, melhor! bjs, tudo de bom,chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Chica, seja muito, mas muito bem-vinda a essa cantinho amiga!
      Você é muito especial, amada por tanta gente na blogosfera!
      É uma honra ter a sua especial presença e participação por aqui! Uhuuu
      Tomara que se sinta em casa e fique bem à vontade tá?
      Fico feliz que tenha apreciado as frutas! Adoro falar de vida saudável e a alimentação está incluída nesse objetivo de viver a vida melhor e mais feliz!
      Estamos sempre juntas tá?
      Um grande beijo e uma semana maravilhosa! :))))

      Excluir
  4. Olá, Boa noite, querida amiga Adriana
    sim, é verdade, estava sentindo falta de matérias de saúde, ainda bem que retomou.Afinal , sempre, um estilo de vida saudável levando em consideração principalmente, a alimentação e a atividade física.
    ...muito bem explicado, e que é importante salientar , que antes do produto ser liberado para o consumo deve obter registro no Ministério da Saúde e, para isso, precisa demonstrar sua eficácia como Frutas que Curam. Pois, algumas são eficientes para manutenção geral da saúde e riscos e não à cura de doenças. E tu tens razão, incluimos em nosso cardápio diário o consumo de frutas tradicionais e mais conhecidas e pouco sabemos dessas, devido à escassez de ofertas das frutas nativas , que com certeza, já foram bem recomendadas pelos nossos avós e além dos fatores citados -desconhecimento, monocultura - ainda incorre que grande parte da produção e coleta de frutas
    nativas se dá apenas para o autoconsumo dos próprios , uma pena, pois tá aí grandes resultados econômicos que a atividade poderia até lhes proporcionar.AbiuAmoraAraticum Gabiroba Jabuticaba Jamelão Mirtilo Murici Pitanga Uvaia e Pitaia ...nosssinhora, nenhuma vejo por aqui...em Maringá eu tinha até pé de amora e jabuticaba, araticum, só conhecia como Fruta do conde,Jamelão sócomo cantor e Murici,o técnico!
    Tiro o chapéu, parabéns á ela, para a simplicidade e o conhecimento da senhora Iracema...
    Agradeço pelo "arrastão de leitura e comments", obrigado de coração,
    Pelo carinho, feliz semana, belos dias, beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite meu querido Felis, amigo e poeta!!
      Pois é, eu já havia falado tanto de vida saudável, com frutas e alimentação, que fiquei um tempinho sem mencionar esse assunto...
      Mas tem coisa coisa ainda para pesquisar, explorar e compartilhar que não se torna repetitivo! Já estou com outros em ponto de bala para postar...hehehe

      Pois é, no nosso cardápio não estão incluídas frutas genuinamente brasileiras...rsrs E estas são encontradas perto da quase extinta Mata Atlântica!
      São frutas que tem os pés bem exuberantes Felis!
      Eu me lembro bem da altura dos antigos pés de Jamelão, que eu subia na infância...Eram altíssimos e tinha galhos grossos. Quando chovia, ficava escorregadio, aumentando ainda mais a sede de aventura...hahaha Como é bom correr riscos não é mesmo?
      Na infância, se caíssemos, sarávamos mais rápido.. Já atualmente não posso dizer o mesmo: uma queda de uma árvore alta assim e a gente se quebra toda..hahaha
      Por isso não posso mais me dar ao luxo de sair subindo em árvores como antes... buáááá

      Engraçado como a maioria das pessoas conhece Araticum como Fruta-do Conde..rsrs Vou pesquisar a origem dessa história, deve ser bem interessante...
      E amigo, eu que agradeço o carinho da visita, sua empolgação em ler todo o artigo e tecer um comentário tão incrível! Agradeço de coração!! :)))))
      Desejo um fim de semana maravilhoso, com muita diversão para você e a todos que ama!
      Beijos e se cuida!

      Excluir
  5. Oi, Adriana! Que ótima surpresa saber que as matérias sobre alimentação e saúde retornaram! Gosto muito do assunto e admiro o modo detalhado e aprofundado com que você trata o tema. Seus posts são sempre muito completos e interessantes. Confesso que não conhecia muitas das frutas que foram apresentadas, aprendi bastante!

    Parabéns pelo post e muito obrigado por compartilhar estas importantes informações. De fato, costumamos nos limitar à banana, maçã e laranja!

    Um grande beijo e uma ótima semana!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite Sergio, como vai?
      Agora está sempre tão ocupado com as entrevistas não é amigo?
      Mas isso é sinal de que o sucesso chegou para ficar e se tornar maior a cada dia!
      Também, suas orquídeas são espetaculares! Maravilhosas!!

      Pois é, retornei com as postagens de alimentação saudável...rsrs
      Agradeço demais sua atenção e por ter gostado amigo...
      Sabe, gosto de pesquisar bem as informações antes de repassá-las!
      Afinal, matérias de saúde mexem com o bem-estar em geral das pessoas e precisa ser muito detalhado! :)))

      Eu que agradeço sua honrada presença e desejo igualmente que tenha um fim de semana maravilhoso!
      Beijos!!!!

      Excluir
  6. Oi Adriana!

    Que delícia de post! Eu adoro frutas, principalmente as docinhas, não conheço muito as nativas mas devem ser maravilhosas. Concordo com o Samuel que diz: " a natureza nos dá tudo.. pena que as pessoas gostem tanto das drogarias que tanto estragam seus corpos não é.. " bem verdade, eu prefiro mil vezes frutas do que, álcool, cigarro e drogas, não dá para entender porque pessoas saudáveis se estragam com porcarias ao invés de se alimentarem com coisas deliciosas que enchem a vida de alegria, saúde e felicidade!
    Um ótimo fim de semana! :)))))
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite querida Bia!
      Que maravilha que tenha vindo conferir as frutas nativas brasileiras mais gostosas e que fazem tão bem para a saúde!!

      Sim querida, com tantas coisas naturais à nossa disposição porque razão que as pessoas insistem em se envenenar não é?
      Só quando ficam doentes é que se lembram da saúde, infelizmente....

      Agradeço muito o carinho da visita e desejo um final de semana maravilhoso querida!
      Se cuida bem, com todo o amor do mundo!!
      Beijos!! ♥♥

      Excluir
  7. Olá, Adriana, como vai? Post muito interessante... há várias frutas aqui que eu eu não conhecia! Outras me acompanharam na infância: abiu minha mãe sempre gostou; amora, cansei de catar nos pés da casa da minha avó, nem lavávamos nem nada, kkk, ia direto para o estômago. E pitangas que tinham na casa da minha tia. Boas lembranças. Maneira saudável de manter a saúde em dia. Como falei de saúde no meu post de hoje, acrescentarei seu texto como leitura complementar. Um abraço, linda semana!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa tarde minha querida Bia!
      Antes de tudo, sinto-me muito honrada em ter indicado este post como leitura complementar em seu Blog!
      Nossa, fico toda orgulhosa sabia?
      É como se a gente tivesse feito algo de útil, que vai ajudar alguém a ter um pouquinho mais de saúde e também adquirir novos conhecimentos sobre um assunto tão interessante! Obrigada de coração! ♥

      Abiu também é dos tempos da roça antiga na casa da Vovó. Na verdade eu ouvia falar mas não comia..rsrs Quando criança a gente fica cheia de coisa para experimentar frutas diferentes e quando cresce..hahaha quer comer de tudo...kkkkk
      Puxa, bom mesmo é comer diretamente no pé, sem lavar né?
      A gente fica imune a todas as bactérias e cresce mais saudável...
      Isso sim, é saber viver!

      Obrigada mais uma vez e lhe antecipo meus desejos de uma semana maravilhosa!
      Beijos!!! :)))))

      Excluir
  8. Aeeeeee Dri! Demorei mas cheguei! \0/
    Quando comentou no Facebook sobre essa postagem, fiquei curiosa, porque disse que eu conheceria a maioria e... não! rs.
    Minha alimentação frutífera é bem limitada observando agora o teu post.
    Meu cardápio frutífero inclui muito mamão, maçã, pera (adoooro peras!), aquelas ameixas vermelhas que nunca soube o nome hahahahaha e, muito raramente, uvas e bananas.
    Conheço amora, araticum (quediabuéissuuuuu???? É fruta do conde, huahuahaua), pitanga e jabuticaba "pessoalmente", mas nunca gostei delas. O único jeito que gostei de amora foi quando uma tia fez geléia natural dela, aí ficou bem gostosa.
    Fruta do conde é gostosa, mas não sou tão fã como a maioria das pessoas que conheço, o mesmo acontece com pitanga, tem até um pé de pitanga em frente de onde moro e não consumo.
    Jabuticaba além de não ser fã também, ela me causa prisão de ventre.
    Sobre o mirtilo, eu só fui descobrir que era a Blueberry acidentalmente. Eu a conhecia como Blueberry. rs.
    É realmente muito difícil encontrar essas frutas nos supermercados. Só tendo uma chácara mesmo para cultivar tanta coisa! rs.
    Muito bom e informativo o teu post, como sempre, no teu típico estilo geração saúde! Parabéns!
    E vamo que vamo!
    Beijos Dri.

    Rivotril com Coca-Cola

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mi, minha querida amiga, mais do que arrebatada!! :))) Uhuuuu!!!
      Demorou nada, você sempre chega na hora e no momento certo!
      Viu só? rsrs Verdade? Não conhece a maioria das frutas?
      Isso se deve à ausência da mata nativa, principalmente a Mata Atlântica que foi e ainda é o berço da maioria dessas frutinhas muito interessantes e curativas!
      Mas agora aumentamos o nosso cardápio de frutas não é mesmo?

      Você está consumindo muitas frutas deliciosas, diga-se de passagem!
      Hahaha araticum é a fruta do conde.. Creio que deve ser o nome característico da terra onde foi catalogada...bem regional mesmo!!! Bonitinho o nome não é? Eu gostei...hehehe

      Ah, você já experimentou vinho de jabuticaba? Se não gosta da frutinha "in natura" precisa provar o vinho.. Meu Avô Gervásio fazia e nossa, que delícia... Um sabor muito característico! Você iria adorar amiga!

      Exatamente, não encontramos essas frutas com facilidade, aliás, são raras de encontrar nos mercados. Mas sabe qual fruta que eu recomendaria para que provasse, desde que seja diretamente do pé? O jamelão...rsrs
      É uma frutinha pequenininha, de cor vinho forte e de sabor um pouco doce... Ela deixa a língua da gente vermelha ou roxa, de acordo com o tom da língua original da pessoa...hahaha É muito divertido brincar com isso! A gente farai uma festa e cuidando da saúde com louvor, e´claro...rsrs

      Pois é né? Precisei voltar com os posts mais saudáveis, pois o propósito inicial do Blog era esse...rssr Mas fiquei um tempinho sem falar neles.. Mas é só aparecer algo interessante, seja em pesquisas ou estudos que comprovam os benefícios das frutas, que trago para cá sem mutas cerimônias...rsrs

      Obrigada Mi e vamos que vamos amiga, sempre adiante, sentindo a brisa nos levando!
      Beijos e muitos carinhos e obrigada pela presença incrível!!
      Maravilhosa e produtiva semana!!! :)))))

      Excluir
  9. Que post ótimo, Adriana! O que não falta é fruta. Tem pra todos os gostos. Muito bom saber mais um pouco sobre cada uma e ainda conhecer suas propriedades. Muitas dessas eu desconhecia, confesso. Bjs e boa semana!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sérgio, muito boa tarde!
      Pois é, o que não falta é ruta e uma mais "diferentona" do que a outra...hehehe
      Que bom que se empolgou pelas características das frutas amigo!
      Agora é só experimentar cada uma delas!
      Tomara que encontre bem próximo a você!
      Beijos e uma semana maravilhosa!! :)))

      Excluir
  10. Adriana,

    Morei numa casa com um enorme quintal cheio de arvores incriveis muito bem cuidadas por meu pai.
    Eu sou louca por abiu. Minha casa tinha: goiaba, abiu, nespera, abacates, mamao, mangas, limao, pitanga, banana, carambola, cajá, amora, e outra que adoro sapoti. Eu comia diariamente, pegava no pé e acho que isso me deu boa saude. Uma coisa que gosto muito de fazer é ir à feira e procurar frutas dificeis de encontrar ou que nao tenha provado ainda. Sou curiosa.

    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa tarde Sissym, fadinha linda!
      Tudo bem?
      Nossa, estava com saudades de você por aqui! :))))

      Suas lembranças são maravilhosas! Imagina um quintal cheio de árvores frutíferas!
      Um sonho de tantos! Abiu é delicioso né amiga?
      Sapoti? Uauuuu, preciso falar do sapoti!
      Sim, sua infância foi muito saudável e em razão disso hoje tem saúde para dar e vender!
      Veja como a nossa crianção e consequentemente a infância, são importantes em nossas vidas! É o maior patrimônio que a gente podia ter herdado! :))))
      Agora, na próxima feira, que tal procurar o jamelão? Ou a jabuticaba, inclusive agora é tempo dessa frutinha especial! :D

      Beijos querida, obrigada pela doce presença!
      Tenha uma semana maravilhosa! ♥

      Excluir

Fique à vontade para expressar seus sentimentos e sugestões.
Você é sempre muito bem-vindo(a)! Obrigada e Abraços!

Tecnologia do Blogger.